Quando os sonhos inspiram um livro

De acordo com a definição do dicionário, o sonho é um conjunto de imagens, pensamentos ou fantasias que se apresentam à mente durante o sono. Ou, segundo o pesquisador James Allan Hobson, os sonhos são um mero subproduto da atividade cerebral noturna. São boas definições, mas creio que os sonhos são muito mais que isso. São experiências importantes que, se bem observadas, podem nos trazer inspirações, insights e mensagens significativas.

Alguns autores de best-sellers devem concordar com isso, já que os sonhos inspiraram algumas de suas obras. O site listverse.com conta que um sonho deu um empurrãozinho para que Richard Bach terminasse e publicasse um dos mais queridos livros sobre seguir sonhos: Fernão Capelo Gaivota.

sonhos

Siga seus sonhos

Em 1959, o escritor ouviu o que ele chamou de “voz desencarnada” sussurrar-lhe o título do livro. Imediatamente ele escreveu alguns capítulos da história antes que a inspiração o abandonasse. No entanto, o manuscrito “pela metade” ficou engavetado por oito anos, até que Richard Bach sonhasse com Fernão, a gaivota principal do romance, e conseguisse completar uma aventura emocionante sobre liberdade, que influenciou, motivou e mudou para melhor a vida de milhões de pessoas no mundo todo. O livro foi publicado em 1970 com o título original “Jonathan Livingston Seagull – a story”.

O sucesso da fábula de Bach foi uma surpresa. Embora tanto seu livro como a forma como foi concebido parecem ter uma forte conexão com o sobrenatural, o escritor acredita que a boa escrita é mais dependente do trabalho duro do que de qualquer coisa metafísica. Ele é citado como dizendo:

“Você nunca recebe um sonho sem ter o poder de torná-lo verdadeiro. No entanto, você pode ter que trabalhar para isso.”

Seja como for, sonhe. E sonhe grande! Nunca se sabe de onde virá seu próximo flash de inspiração. E para onde ele pode te levar…

3 Comments

  1. Pingback: Por que escrever? Confira alguns motivos inspiradores | Publicando meu livro

  2. Pingback: As 22 regras de narrativa da Pixar | Publicando meu livro

  3. Pingback: Inspiração: cartas de uma boneca à sua menina | Publicando meu livro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *